Vamos falar sobre Burnout?

Posted on Posted in Adolescente, Adulto, Idoso
fonte: google imagens
fonte: google imagens

Síndrome de Burnout é muito característica em profissões de ajuda. Apresenta sintomas físicos, psíquicos e comportamentais.

 

As dimensões do Burnout são:

 

Exaustão emocional

Indivíduo não tem energia para qualquer atividade. Relata sensação de esgotamento tanto físico como mental, ao sentimento de não dispor mais de energia para nada, ou seja, chegado ao limite das possibilidades.

Despersonalização

Começa a se tornar cínico, indiferente, não quer conversar (mudança no comportamento da pessoa).

O que não significa que o indivíduo deixou de ter personalidade. Mas que ele sofreu ou vem sofrendo alterações em sua relação interpessoal.

O profissional passa a expor um contato frio e impessoal, adota uma postura cínica, irônica e indiferente em relação aos seus colegas de trabalho, clientes, alunos e pacientes (dependendo da profissão que exerce).

• Reduzida realização profissional insatisfação com o trabalho

No trabalho evidencia o sentimento de insatisfação com as atividades laborais que está executando. Ou seja, apresenta sentimento de insuficiência, baixa autoestima, fracasso profissional, desmotivação.

 

Diferença ente Burnout e estresse

Burnout é a resposta a um estado prolongado de estresse, ocorre pela cronificação deste, quando os métodos de enfrentamento falharam ou foram insuficientes. Enquanto que o estresse pode apresentar aspectos positivos e negativos, o burnout tem sempre caráter negativo (distresse). Por outro lado, o burnout está relacionado com o mundo do trabalho, com o tipo de atividades laborais do indivíduo  (YAEGASHI et al., 2011).

 

Trocando em miúdos…

Estresse pode apresentar aspectos positivo ou negativo. No Bornout é sempre negativo e só ocorre no ambiente de trabalho.

 

Fique atento a sua saúde psíquica. Sempre que achar necessário busque ajuda profissional.

 

Não construímos nada sozinhos! Neste texto foi utilizado como referência os seguinte artigo/mídias:

  1. Construção do vídeo: Powtoon
  2. Imagem: google imagem (acesse aqui)
  3. YAEGASHI, Solange Franci Raimundo et al. O ESTRESSE E A SÍNDROME DE BURNOUT NO TRABALHO DOCENTE: ALGUMAS REFLEXÕES. 2011. Disponível em: <http://www.abrapee.psc.br/xconpe/trabalhos/1/151.pdf>. Acesso em: 15 nov. 2016.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *